MENU
Segunda-feira, 10 de Maio de 2021

Rio Grande do Sul fica com 19 regiões em vermelho e duas em laranja na 37ª rodada de Distanciamento Controlado

Rio Grande do Sul fica com 19 regiões em vermelho e duas em laranja na 37ª rodada de Distanciamento Controlado

Compartilhe

O mapa definitivo da 37ª rodada do modelo de Distanciamento Controlado tem 86% do Estado em alerta para risco epidemiológico alto ao coronavírus. No mapa preliminar, era 89,5%. A redução ocorreu porque o Gabinete de Crise decidiu pelo deferimento de um dos três pedidos de reconsideração feitos por associações regionais e municípios, que solicitaram a permanência em bandeira laranja.

Das 21 regiões Covid, 19 estão em cogestão e podem adotar protocolos próprios, elaborados pelas respectivas associações regionais. Entre eles a regional de Santo Augusto (R13) e Três Passos (R15, R20).

Gabinete reforça que, mesmo com o início do plano de vacinação – antecipado para esta segunda-feira (18/1) –, a pandemia não acabou, sendo necessário seguir com todos os cuidados. O mapa continua refletindo o risco alto de esgotamento da capacidade hospitalar e velocidade de propagação do vírus no Estado.

Regra 0-0

Nesta 37ª rodada, 429 municípios (do total de 497) estão classificados em bandeira vermelha, somando 9,7 milhões de habitantes, o que corresponde a 86% da população gaúcha (total de 11,3 milhões de habitantes). Desses, 154 municípios (634.892 mil de habitantes, 5,6% da população gaúcha) podem adotar protocolos de bandeira laranja porque cumprem os critérios da Regra 0-0, ou seja, não tiveram registro de óbito ou hospitalização de moradores nos 14 dias anteriores à aprovação, desde que a prefeitura crie um regulamento local.

Dos 68 municípios (1,59 milhão de habitantes, 14% da população gaúcha) que se encontram em regiões de bandeira laranja, 16 cidades (64,5 mil habitantes, 0,6% da população gaúcha) não registraram óbito ou hospitalização nos últimos 14 dias.

Na Região Celeiro, Chiapetta, Humaitá, Inhacorá, São Valério do Sul, Bom Progresso e Tiradentes do Sul se encaixam nesse quesito e poderão adotar protocolos de bandeira laranja.

error: Content is protected !!