MENU
Quarta-feira, 30 de Setembro de 2020

Região de Ijuí permanece em Bandeira Vermelha

Região de Ijuí permanece em Bandeira Vermelha

Compartilhe

Municípios adotam modelo de cogestão e protocolos são mais brandos

Após análise de recursos, o mapa definitivo do Rio Grande do Sul para esta semana traz apenas quatro regiões classificadas em bandeira vermelha, de risco alto para o coronavírus. A definição vale a partir desta terça-feira, 01 de setembro, e seguem até a próxima segunda-feira, 07.
O número é o mesmo registrado há 10 semanas, quando o Estado ainda era dividido em 20 regiões covid. Desde 7 de julho, são consideradas 21 regiões. Assim, Santo Ângelo, Cruz Alta, Ijuí e Santa Rosa estão na cor vermelha. Agora, o Estado ficou com 79 municípios sob essa bandeira, o que corresponde a 8,1% da população gaúcha — ou 918.268 habitantes.
Dessa forma, o RS fica predominantemente laranja: 17 regiões estão sob as regras dessa bandeira, de risco médio para a doença. Estão em bandeira laranja as regiões Taquara, Capão da Canoa, Pelotas, Lajeado, Santa Cruz do Sul, Novo Hamburgo, Palmeira das Missões, Canoas, Passo Fundo, Caxias do Sul, Santa Maria, Uruguaiana, Guaíba, Erechim, Bagé e Cachoeira do Sul.
Divulgado na última sexta-feira, 28, o mapa preliminar trazia 10 regiões com bandeira vermelha. Depois de análise dos sete pedidos de reconsideração enviados por municípios e associações regionais, restaram apenas quatro nesta cor.
14 regiões atuam em cogestão
Das quatro regiões em vermelho, duas — Santo Ângelo e Ijuí — já aderiram ao sistema de gestão compartilhada do modelo de distanciamento controlado e estão adotando protocolos próprios (menos restritivos que os da bandeira vermelha), autorizados pelo Estado. No total, são 14 regiões, além das já citadas, que aderiram: Capão da Canoa, Taquara, Novo Hamburgo, Canoas, Porto Alegre, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Pelotas, Caxias do Sul, Santa Cruz do Sul, Lajeado e Santa Rosa.
O modelo de cogestão, com mais autonomia aos municípios e possibilidade de flexibilização até a bandeira inferior à que está classificada, foi autorizado em decreto e depende da aceitação dos protocolos com antecedência pelo Executivo estadual.
Em termos de Região Celeiro, os municípios de Coronel Bicaco, Redentora, Braga, Miraguaí, Tenente Portela, Vista Gaúcha, Barra do Guarita, Derrubadas, Esperança do Sul, Tiradentes do Sul, Três Passos e Bom Progresso devido ao Cogestão poderão adotar protocolos flexíveis intermediários entre a bandeira Laranja e Amarela.
Já os municípios pertencentes a Regional de Ijuí que são, Crissiumal, Humaitá, Sede Nova, São Martinho, São Valério do Sul, Inhacorá, Chiapetta, Santo Augusto e Campo Novo, que ficaram em Bandeira Vermelha poderão adotar protocolos intermediários entre a Bandeira Vermelha e Laranja.

error: Content is protected !!