MENU
Terça-feira, 19 de Outubro de 2021

Projeto Robótica Espacial será implantado em 31 municípios gaúchos

Projeto Robótica Espacial será implantado em 31 municípios gaúchos

Compartilhe

Iniciativa visa promover a inclusão digital de crianças e adolescentes

Impressoras 3D, máquinas laser, notebooks, robôs, rovers e drones.  Este conjunto de itens de última geração estará disponível para 31 escolas públicas do Rio Grande do Sul. Os caminhões que levarão esses equipamentos, também conhecidos como “Robotrucks” fazem parte do projeto-piloto Robótica Espacial, iniciativa do Fundo Nacional de Desenvolvimento para a Educação (FNDE), em parceria com a Universidade de Brasília (UnB) e com a Agência Espacial Brasileira (AEB), com o objetivo de promover a inclusão social de crianças e adolescentes por meio da educação digital.

O anúncio da participação das escolas gaúchas nesta iniciativa inovadora e visionária foi feito pelo ministro da Educação, Milton Ribeiro, que está no Rio Grande do Sul participando de uma série de agendas com prefeitos, representantes de escolas e universidades. Autor do convite para que o Ribeiro visitasse o Estado, o deputado Jerônimo Goergen (PP-RS) destaca que esse tipo de roteiro se torna muito produtivo para todos os gestores em educação, na medida em que é possível resolver problemas, tirar dúvidas e tomar conhecimento dos diversos programas disponibilizados pela pasta.  “Esse projeto-piloto é fundamental para levar às nossas crianças e adolescentes a educação do futuro, que tem tudo a ver com a programação digital. Uma grande notícia saber que 31 escolas gaúchas vão participar nessa primeira etapa. E as demais agenda funcionam no formato de mutirão, uma vez que o ministro vem acompanhado pela qualificada equipe técnica do Ministério da Educação”, explicou o parlamentar.

O encontro “Melhorias na Educação: atendimento aos prefeitos do Rio Grande do Sul” foi realizado nesta segunda-feira, 04 de outubro, no Centro de Convenções de Gramado (Expogramado).

Como vai funcionar o Projeto Robótica Espacial

O projeto tem como meta atingir 11,5 mil estudantes da Educação Básica de escolas públicas e particulares de todo o país. Para eles, é liberada a licença do curso que é totalmente digital, de autoaprendizagem, com uso de uma plataforma pedagógica que oferece aos alunos conhecimentos teóricos e práticos sobre robótica.

Até o momento, 250 escolas dos 26 estados do país e do Distrito Federal já se inscreveram para participar do projeto que tem personagens divertidos, como robôs, e é inspirado no projeto Artemis, liderado pela NASA. “É um ótimo pano de fundo para a criança entender até onde ela pode chegar, desenvolver essa vontade e gerar novos limites”, explica Paulo Aragão Ramalho, diretor de tecnologia e inovação do FNDE. Segundo Aragão, a ideia é que, passada a fase piloto, o projeto possa ser expandido. “A ideia é difundir em todo o Brasil, da melhor maneira possível, e capacitar essas crianças na ponta. É missão do FNDE levar essa capacitação a todos os mais de 5 mil e 200 municípios brasileiros”, afirma.

error: Content is protected !!