Geral

Informativo IFFar - Projetos de pesquisa sobre Produtividade de Grãos de Trigo apresentam resultados

Experimentos sendo realizados com a cultura da soja (Foto: Divulgação)

Foram desenvolvidos durante o ano de 2018, no IFFar – Campus Santo Augusto, dois projetos de pesquisa relacionados a produtividade do grão de trigo: “Avaliação dos efeitos do tratamento de sementes na produtividade e qualidade de grãos de trigo” e “Efeito da época de semeadura nos componentes de produtividade e qualidade em trigo”. Os projetos, coordenados pelos professores Eduardo Streck e Ricardo Paraginski, contaram com a colaboração de estudantes dos cursos superiores de Bacharelado em Agronomia, Tecnologia em Gestão do Agronegócio e do Curso Técnico em Agropecuário Integrado ao Ensino Médio.

 

Segundo o professor Ricardo, a safra de soja 2018/2019 está na lavoura, e apesar das dificuldades encontradas pelos produtores para implantação e estabelecimento da cultura, em função de oscilações nas precipitações, problemas de qualidade de sementes e compactação de solos, nos últimos dias estas melhoraram, elevando o otimismo dos envolvidos no setor. “Neste cenário, muitos produtores já começam a planejar a safra de trigo do ano de 2019, definindo cultivares, época de semeadura, densidades e tratamento de sementes”, destaca Ricardo.

 

Após a colheita e avaliação dos projetos de pesquisa, os professores apresentaram os resultados obtidos durante o ano. Os resultados dos efeitos do tratamento de sementes de trigo nos parâmetros de qualidade de sementes, como germinação (1ª e 2ª contagem) e vigor em caixa de areia e vigor a frio indicam que os produtos utilizados nos tratamentos não interferiram, sendo que todas as sementes apresentaram parâmetros que garantiam qualidade elevada. As produtividades da cultivar variaram de 52,57 a 64,35 sacas/ha nas sementes tratadas, e nas sementes sem tratamento a produtividade foi de 49,03 sacas/ha.

Para o professor Ricardo, o tratamento de sementes é prática fundamental, atuando no controle de patógenos danosos para a planta transmitidos pela semente, sendo uma prática eficiente para assegurar a população necessária de plantas. “O tratamento garante que a semente expresse vigor máximo à campo, sendo que trabalhos realizados indicam que sementes de alto vigor produzem maior número de espigas e consequentemente resultam em maior produtividade”, explica o professor.

 

No projeto “Efeito da época de semeadura nos componentes de produtividade e qualidade em trigo”, foi realizada a semeadura de seis cultivares de trigo, em três épocas de semeadura, sendo que o manejo foi realizado de acordo com recomendações técnicas para a cultura. Os resultados apontaram que o potencial de produtividade de grãos de trigo pode ser maximizado pela escolha adequada da época de semeadura, sem que se onere o custo de produção, pois conforme a época utilizada, ocorrem alterações nas relações de temperatura, radiação solar, índices pluviométricos, que afetam a cultura ao longo do ciclo de desenvolvimento. Logo, o manejo adequado pode provocar incrementos na produtividade sem acréscimo nos custos de produção, e o manejo inadequado pode comprometer os índices de produtividade, e consequentemente a rentabilidade da cultura.

 

Além dos projetos de tratamentos de sementes e épocas de semeadura descritas anteriormente, foi realizado um projeto para avaliação do efeito de densidades de semeadura na cultura do trigo, onde foram utilizadas densidades de semeadura Baixa, Média e Alta, sendo que os resultados indicaram que a produtividade variou de 33,91 a 62,18 sacos/ha conforme elevou-se a densidade de semeadura, mostrando a importância de se ter um estande adequado de plantas no momento da semeadura para garantia de boa produtividade.

 

O professor Ricardo destaca que na safra de verão 2018/2019, estão sendo realizados experimentos com a cultura da soja, sendo avaliados efeitos de tratamentos de sementes com fungicidas, inseticidas e micronutrientes nos parâmetros de qualidade de sementes e na produtividade, e também efeitos da antecipação dos processos de inoculação e coinoculação de sementes na qualidade e produtividade de grãos.

 

Os professores e estudantes envolvidos nos projetos agradecem as empresas Menegon Agronegócios, RuralTec Soluções Agrícolas e Sementes Cadore pela disponibilização de material para a execução dos mesmos, permitindo assim que as pesquisas fossem realizadas. Confira os resultados completos no site www.iffarroupilha.edu.br/santo-augusto