Cidades

Clarões vistos no céu em cidades do RS chamaram a atenção de moradores

Jornal do Almoço da RBS TV deu grande atenção para o acontecimento hoje (07). Diversas pessoas narraram suas experiências com o acontecido, inclusive aqui no Noroeste do Estado

Moradores de várias cidades do Rio Grande do Sul avistaram clarões na noite de quinta-feira no céu. As cenas foram gravadas em vídeos. Conforme a Brazilian Meteor Observation Network (Bramon), informações preliminares indicam que o fenômeno se trata de um meteoro e teria ocorrido no Oeste do estado.

"Os dados ainda são preliminares e dependem do aperfeiçoamento das análises, mas pelo que já apuramos, o meteoro foi gerado por um fragmento de rocha espacial pesando entre 7 e 12 Kg, e teria surgido a cerca de 57 Km de altitude próximo à cidade argentina de 25 de Mayo. Durante 13,5 segundos, ele viajou a uma velocidade média de 13,64 Km/s (49,1 mil Km/h) até atingir a altitude de 27 Km, ao norte da cidade de Jari, no Rio Grande do Sul", relata o grupo Bramon.

O operador de câmeras da rede Bramon, Gabriel dos Santos Zaparolli, informou que os dados vão ser confirmados nos próximos dias.

"Estamos estudando a fundo para descobrir mais informações sobre esse bólido [nome dado ao meteoro quando ocorre a explosão] e, com isso, os próximos passos são fazer mais coleta de dados com relatos de pessoas que avistaram o fenômeno, e ainda não é possível afirmar, mas tem chance de ter caído partes no solo e para isso estamos calculando o trajeto do bólido", afirma Gabriel.

O escriturário Cássio Patias Rodrigues conta que estava indo embora da casa da irmã em Tupanciretã, no Noroeste do Rio Grande do Sul, por volta das 22h30, quando olhou para o céu e avistou o fenômeno.

Ele conta que nunca tinha presenciado uma cena dessas. "Foi tudo muito rápido, durou uns 13 segundos. No início, achei que era um fogo de artifício. Mas aí começou a descer muito rápido, aquele fogo vindo. Vi que moradores de várias cidades aqui da região viram também", acrescenta.

Moradora de Quinze de Novembro, Patrícia Sandri disse que também avistou o clarão.

"Parecia uma bola de fogo meio esverdeada, muito bonita e parecia ter caído na barragem, na água. Logo depois disso ter acontecido, deu um estrondo nas janelas. Foi interessante", relata.