MENU
Quarta-feira, 01 de Dezembro de 2021

Mais de 680 famílias receberão o Devolve ICMS em Santo Augusto

Thais Regina Pinheiro dos Santos da Rosa

Mais de 680 famílias receberão o Devolve ICMS em Santo Augusto

Compartilhe

O governo do Estado lançou recentemente o programa Devolve ICMS, o qual destina às famílias de Baixa Renda o montante anual de R$ 400. O repasse do dinheiro será feito por meio do Cartão Cidadão e foi lançado no dia 18 de outubro.

Vinculado ao Banrisul e habilitado apenas para compras no débito, o cartão será entregue a partir de 16 de novembro nas agências no banco. O cartão com senha poderá ser usado em 140 mil estabelecimentos que possuem a máquina Vero Banrisul.

O dinheiro estará disponível, de acordo com o governo, a partir de 15 de dezembro e poderá ser utilizado pelas famílias para qualquer tipo de compra. Os depósitos serão trimestrais, no valor de R$ 100.

De acordo com a diretora de divisão da Secretaria Municipal de Habitação, Assistência Social e Cidadania (SEHAS), Thais Regina Pinheiro dos Santos da Rosa, em Santo Augusto, atualmente, 686 famílias recebem o Bolsa Família, e portanto serão beneficiadas com o programa. “Além dessas 686 famílias, também tem aqueles que possuem em sua composição membros estudantes em escolas públicas estaduais. Porém, esses não temos com precisão”, colocou a servidora.

Em Santo Augusto há cerca de 604 famílias que vivem em situação de extrema pobreza no município – dados extraídos do CECAD, até julho deste ano. Conforme Thais, uma média de 100 cestas básicas são distribuídas mensalmente, número que aumentou durante os últimos dois anos, em função da pandemia do novo coronavírus. “Estima-se que até o final deste ano, distribuiremos 410 cestas básicas a mais que em 2019. O que demonstra a interferência da pandemia da Covid-19 em nosso município”, relatou.

Questionada sobre quais os critérios levados em consideração para determinar a situação familiar, a servidora esclarece que é verificado “cadastro único atualizado de 2 em 2 anos, faixa de renda familiar, visitas domiciliares para averiguar a fidelidades nas informações prestadas pelos usuários, nos casos de benefícios eventuais, avaliações da equipe técnica (assistentes sociais, psicólogas)”.

Para fazer parte do grupo de WhatsApp do Jornal o Celeiro clique aqui.

error: Content is protected !!