MENU
Quarta-feira, 01 de Dezembro de 2021

Gaúchos criam instituto pela liberdade econômica e pelo empreendedorismo

Gaúchos criam instituto pela liberdade econômica e pelo empreendedorismo

Compartilhe

Um grupo de gaúchos liderado pelo deputado federal Jerônimo Goergen (PP) está criando nesta semana o Instituto da Liberdade Econômica (ILE). Junto com o parlamentar, que deixará a vida pública após terminar este mandato, estão o ex-secretário de Desburocratização do Ministério da Economia, Paulo Uebel, e o secretário de Advocacia da Concorrência e Competitividade, Geanluca Lorenzon.
A entidade terá sede em Brasília, onde Goergen está montando sua base de atuação com a iniciativa privada. Pelo que o deputado disse à coluna, a instituição buscará ter uma atuação mais prática do que outras entidades semelhantes.
– Liberdade econômica é muito mais ambiente de mercado do que um conceito ideológico – disse ele ao procurar a coluna para contar da criação da entidade. Nos planos, está estimular a criação das leis municipais que permitem efetivamente colocar em prática a norma federal da Liberdade Econômica, da qual o deputado foi relator e articulador. Também há a intenção de preparar professores para o ensino do empreendedorismo e da educação financeira nas escolas, especialmente nas públicas. Para isso, está sendo fechada uma parceria com a Mackenzie, instituição conhecida por atuar na área. A entidade poderá atuar nacionalmente, mas, pela origem dos criadores, deve ter um olhar mais focado no Rio Grande do Sul.
– Também queremos estimular startups para melhorar o ambiente de negócios, descobrir gente do Interior que tem potencial.
Ainda no grupo, estarão o vice-prefeito de Porto Alegre, Ricardo Gomes, Júlia Tavares, Antônio Zanette, Pedro Alfonsin, Daniel Randon, Ronald Krummenauer e Raul Sperotto. Para informações e parcerias, o contato é com [email protected]

Fonte: GZH

error: Content is protected !!