MENU
Quarta-feira, 01 de Dezembro de 2021

Casos da variante Delta são confirmados em Palmitinho, Miraguaí, outros 15 municípios da região

Casos da variante Delta são confirmados em Palmitinho, Miraguaí, outros 15 municípios da região

Compartilhe

Nesta sexta-feira, 22, o projeto UFSM-Detecta da UFSM Palmeira das Missões emitiu um comunicado de detecção de variantes de preocupação do vírus SARS-COV-2 na região.
O Projeto Detecta variantes tem como objetivo identificar as linhagens e variantes genéticas do SARS-CoV-2 circulantes na macrorregião norte do Rio Grande do Sul. Recentemente, teve início o rastreamento das variantes de preocupação (VOCs) em uma pequena amostragem de indivíduos portadores de SARS-CoV-2, gerando um total de 76 amostras, até o momento.
De acordo com os resultados de 76 amostras obtidos até o momento, pelo projeto Detecta-Variantes, foi possível encontrar mutações compatíveis com a variante Delta em 42 delas, nos municípios: Boa vista das Missões (1), Constantina (4), Engenho Velho (1), Gramado dos Loureiros (1), Miraguaí (1), Novo Xingu (1), Palmeira das Missões (4), Planalto (9), Redentora (5), Rodeio Bonito (3), e Rondinha (2), Trindade do Sul (1), e Vicente Dutra (1); e, recentemente, em Dois Irmãos das Missões (1), Liberato Salzano (3), Iraí (1), Palmitinho (3).

Outras 34 amostras analisadas de diversas cidades mostraram mutações compatíveis com a variante gamma (P.1), conforme notificações realizadas anteriormente.
Considerando que, desde a detecção do primeiro caso de Delta dentre as amostras estudadas (30 de julho de 2021), 52 amostras já foram analisadas, e 42 são da Delta, calcula-se um percentual de ocorrência de delta em 80% dos casos.
“Dada às características da variante delta, acreditamos que os casos suspeitos devem ser monitorados de perto para evitar o aumento súbito do número de casos em nossa região”, avalia o projeto UFSM-Detecta.
Fonte: Tribuna da Produção com informações do UFSM-Detecta

error: Content is protected !!