MENU
Terça-feira, 22 de Setembro de 2020

Campanha de vacinação contra a gripe foi prorrogada

Campanha de vacinação contra a gripe foi prorrogada

Compartilhe

Santo Augusto vacinou 4.605 pessoas, chegando a 66%. Meta é de 90%

O Ministério da Saúde prorrogou a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza até o dia 30 de junho. O público-alvo é formado por idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde, membros das forças de segurança e salvamento, pessoas com doenças crônicas ou condições clínicas especiais, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte coletivo, trabalhadores portuários, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, pessoas com deficiência, professores de escolas públicas e privadas, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas (pós-parto até 45 dias) e pessoas de 55 a 59 anos de idade. A iniciativa é válida para que consigamos atingir a meta de vacinar ao menos 90% dos grupos prioritários.
A vacinação contra a influenza contribuirá para a redução das complicações, das internações e, consequentemente, da mortalidade decorrente das infecções pelo vírus da gripe nos grupos-alvo definidos, em especial frente à situação que o país enfrenta com a pandemia de Covid-19. A prorrogação do prazo para a vacinação é mais uma oportunidade para que as pessoas contempladas nos grupos prioritários possam receber a vacina contra a influenza nos serviços de saúde.
Segundo as informações passadas pela Secretaria Municipal de Saúde, em Santo Augusto foram vacinadas 4.605 pessoas da meta de 6.974 pessoas, resultando em uma cobertura de 66,03%. Na1ª etapa da campanha, o município atingiu 102,73% da meta de vacinação nos idosos e 146,23% nos trabalhadores da saúde. Já nas etapas seguintes é necessário uma maior adesão.
A 2ª etapa abrange caminhoneiros/motoristas e cobradores de transporte coletivo: 55 doses aplicadas (meta 316); Doentes Crônicos: 974 doses aplicadas (meta 1.561); Membros das forças de segurança: 27 doses aplicadas (meta 18). Já na 3ª etapa são crianças de 6 meses a menores de 6 anos: 472 doses aplicadas (meta 953). Gestantes: 65 doses aplicadas (meta 147). Puérperas: 17 doses aplicadas (meta 24). Pessoas com deficiência: 30 doses aplicadas (meta 649). Professores: 141 doses aplicadas (meta 191). E adultos de 55 a 59 anos: 382 doses aplicadas (meta 801).

error: Content is protected !!